Página Preta
terça-feira, abril 29, 2003
 
Em que há reticência


vinte e tantos dias de abril
tantos, tantos dias no céu de maio
alguns sabores cegos colhidos a esmo
pelo pasto céu de abril
só flores singelas neste pasto
o vôo chegou
a vista mais fresca atrás do cume da montanha espera meu insight, só então sua visita
coragem, vasto.
 
quarta-feira, abril 23, 2003
 
Roubado, mas vale pre mim também.

Pérolas e lagoinhas do feriado:
* Polders são coqueiros do Alasca
* A produção de sei lá o que fica na região Sudoeste do Brasil.
* A teoria que afirmava que a Terra seria o centro do sistema solar chama... geóide.
* Hum... esse ovo de páscoa deve ser de truta! (eu juro que essa não foi minha!!!!)
* República Federativa Brasileira. (essa foi....)
* No Natal a gente só se fode... a gente sai pra ver macacos e só se fode... a gente joga dados e só se fode...
 
terça-feira, abril 22, 2003
 
"é, deve ser isso: inaptas e loucas.
(risos)"
 
 
Não é possível evitar todos os maus pensamentos e ações, mas eles devem ser rejeitados logo que sao detectados. Volte rapidamente ao caminho correto e tudo ficara bem.






24-FU
Retroceder
Kun sobre Chen
Terra sobre Trovão
A imagem
trovao esta aumentando sua força por baixo da terra. A energia e a ação firme devem ter oportunidade de se desenvolver lentamente, a partir de um periodo difícil, que agora esta passando. Nenhuma ação prematura deve ser empreendida.
0 julgamento
A mudança cíclia de todas as coisas está agora, inevitavelmente, trazendo um tempo de ampliação. Nao há necessidade de correr para ele artificialmente, por meio de uma ação drástica.As coisas chegarão a seu próprio tempo:siga simplesmente a tendência corrente.
 
terça-feira, abril 15, 2003
 
Super-roubado
"meu bem, a conclusão é, meu
interlocutor não existe.
vivo aos pés de quem?"
 
 
Tenho saudade, porque com você tudo era simples e verdadeiro. Tudo era muito e simples, porque eu confiava em você. Porque você é verdadeira e segura e de instabilidade chega a minha. Tenho saudade de um grande amor, como você e eu. Grande, grande amor. Tenho saudade de ficar tão, tão feliz de deitar no seu peito e dormir a noite inteira no seu cheiro. Feito criança. Tão segura, tão quieta, calma. Você sempre me acalmou. Você sempre soube ver minha loucura. E fico patética assim, tentando me esconder como agora. Tenho saudade do amor que senti por você. Dos nossos planos, das nossas tardes no sofá, lendo, a sala arejada, a gata fugindo de mim. Das suas plantas, de varrer o seu chão, abrir o armário e ver minha escova de dente, meu "penhoar" de seda junto ao seu, nós duas elegantes e descabeladas, de chinelos havaianas pela casa. De ver você e minha pequena se entenderem fácil, fácil, de tantos e tantos momentos. De ser feliz assim tão fácil, só sabendo que posso ter o tempo livre, pegar aquele filme do menino que queria fazer balé e correr pra sua cama. Sabendo que é só apagar a luz e encontrar seu corpo com as mãos e conversar sobre qualquer coisa e você entender. Saudade calma, morna. Nostalgia. Não me falta você.
 
 
Momento familiar

Meu pai assiste televisão criticando os piores programas da televisão brasileira e portuguesa. Sim, porque ele fez questão de assinar RTP na tv a cabo. Os outros seres que querem ver televisão na casa já apelidaram de RTPM. Quando ele quer ficar sozinho na tv, coloca no bendito canal, porque ninguém mais suporta. O "show do milhão", ele assistia respondendo a cada pergunta do Sílvio Santos: "Que presidente americano morreu assassinado em Dallas?" - "Sua mãe" - era a resposta única para toda e qualquer pergunta. Hoje estávamos assistindo a Hebe, outra pérola que ele sempre gostou e eu acabei pegando gosto também. Não perco, toda segunda-feira. Eis que minha ídola Hebe Camargo olha para a câmera das propagandas e pergunta: "Você sabe qual o alimento mais consumido no Brasil?"
"Sua mãe."
 
domingo, abril 13, 2003
 
Um encontro
O repente
Coisa de pele, você sabe. Encaixe. Afinal, somos amigos acima dessas frivolidades. Passamos nossas horas ouvindo, dizendo, olhando.
Sua voz nua ao telefone

Até um dia
Um repente
Uma lua
Em aquário
Uma noite de curvas sob jogos de luz e sombra. Frivolidades de sorriso doce e torpe.
Uma noite de easy riders perdidos na rodovia. Eu sorrio e olho: sou toda quieta, assistindo a sua loucurazinha.
Uma noite pra Ter.
Não perco nada, não tenho nada, não quero
Menos que você inteiro.
 
 
com as mãe finalmente ****** e o último livro fantástico atirado pela janela do cortiço e a última porta fechada às 4 da madrugada e o última porta fechada às 4 da madrugada e o último telefone arremessado contra a parede em resposta e o último quarto mobiliado esvaziado até a última peça de mobília mental, uma rosa de papel amarelo retorcida num cabide de arame do armário e até mesmo isso imaginário, nada mais que um bocadinho esperançoso de alucinação -

Do Uivo, Ginsberg
 
A esse ponto tudo parece antigo. Eu mesma pareço tão distante. Eu mesma estranho meu perfume, minhas calças, meus pés. Eu mesma desmancho os navios e naufrago refazendo frases.

ARCHIVES
09/01/2001 - 10/01/2001 / 10/01/2001 - 11/01/2001 / 11/01/2001 - 12/01/2001 / 12/01/2001 - 01/01/2002 / 01/01/2002 - 02/01/2002 / 02/01/2002 - 03/01/2002 / 03/01/2002 - 04/01/2002 / 04/01/2002 - 05/01/2002 / 05/01/2002 - 06/01/2002 / 06/01/2002 - 07/01/2002 / 07/01/2002 - 08/01/2002 / 08/01/2002 - 09/01/2002 / 09/01/2002 - 10/01/2002 / 10/01/2002 - 11/01/2002 / 11/01/2002 - 12/01/2002 / 12/01/2002 - 01/01/2003 / 01/01/2003 - 02/01/2003 / 02/01/2003 - 03/01/2003 / 03/01/2003 - 04/01/2003 / 04/01/2003 - 05/01/2003 / 05/01/2003 - 06/01/2003 / 06/01/2003 - 07/01/2003 / 07/01/2003 - 08/01/2003 / 08/01/2003 - 09/01/2003 / 09/01/2003 - 10/01/2003 / 10/01/2003 - 11/01/2003 / 11/01/2003 - 12/01/2003 / 01/01/2004 - 02/01/2004 / 02/01/2004 - 03/01/2004 / 03/01/2004 - 04/01/2004 / 04/01/2004 - 05/01/2004 / 05/01/2004 - 06/01/2004 / 06/01/2004 - 07/01/2004 / 07/01/2004 - 08/01/2004 / 08/01/2004 - 09/01/2004 / 09/01/2004 - 10/01/2004 / 10/01/2004 - 11/01/2004 / 11/01/2004 - 12/01/2004 / 12/01/2004 - 01/01/2005 / 01/01/2005 - 02/01/2005 / 03/01/2005 - 04/01/2005 / 04/01/2005 - 05/01/2005 / 05/01/2005 - 06/01/2005 / 06/01/2005 - 07/01/2005 / 07/01/2005 - 08/01/2005 / 08/01/2005 - 09/01/2005 / 11/01/2005 - 12/01/2005 / 01/01/2006 - 02/01/2006 / 02/01/2006 - 03/01/2006 / 03/01/2006 - 04/01/2006 / 04/01/2006 - 05/01/2006 / 05/01/2006 - 06/01/2006 / 08/01/2006 - 09/01/2006 / 09/01/2006 - 10/01/2006 / 10/01/2006 - 11/01/2006 /


Powered by Blogger