Página Preta
segunda-feira, junho 20, 2005
 
“Ai, que bobagem” – eu gemia os entulhos, as molduras dos quadros que eu gosto. Ia até a cozinha, fervia água, preparava a refeição e tinha mais panelas do que comia. Pecava pelo excesso e decidi jogar tudo fora. Até as colheres de pau. Até os lençóis. Até a espera que contava as horas do meu dia. E as horas. E a porta que afinal se abriria. E as cortinas. E os lábios, o cachorro, a visita, o cartão do banco, cada livro, cada palavra que eu diria e cada som que talvez saísse das caixas. O microfone e o papel de presente eram, então, inúteis. E as canetas, e os papéis, o teclado do computador. E assim eu teria o silêncio porque dentro de mim é como no centro da cidade que bobagem, entulho, barulho, palavras, gente e a espera impaciente pelo silêncio do fim do dia. Eu joguei fora a espera que contava as horas do meu dia e ela saiu acompanhada das horas do meu dia e do talão de cheques. Assim escorreu a porta que afinal se abriria. Ficou tão vazio que nem o silêncio chegou.
 
quinta-feira, junho 16, 2005
 
paul éluard na tradução do Léo

nudez da verdade
“eu bem sei”

o desespero não tem asas
o amor também não,
nem rosto,
não falam,
eu não me mexo
não olho pra eles
não lhes dirijo a palavra
mas estou tão vivo quanto o meu amor e o meu despero
 
 
Enquanto dormia, a parede cresceu. Enquanto a parede crescia, escrevia. Traçava impressões, inventava conclusões, sorria, apertava os dentes, criava rugas, curvas, gotas, cores. Entortava linhas. Enquanto a parede escrevia aliviava a pressão do sangue que circulava no plexo solar. A parede fazia bem. Em perspectiva, enquanto ameaçava cair devagar sobre sua cabeça. Esquecia, enquanto isso, impressões importantes bicolores, grandes palavras mãos que ultrapassavam o concreto e procuravam pouso em seu seio esquerdo, enquanto trancava a porta do quarto antigo.
 
A esse ponto tudo parece antigo. Eu mesma pareço tão distante. Eu mesma estranho meu perfume, minhas calças, meus pés. Eu mesma desmancho os navios e naufrago refazendo frases.

ARCHIVES
09/01/2001 - 10/01/2001 / 10/01/2001 - 11/01/2001 / 11/01/2001 - 12/01/2001 / 12/01/2001 - 01/01/2002 / 01/01/2002 - 02/01/2002 / 02/01/2002 - 03/01/2002 / 03/01/2002 - 04/01/2002 / 04/01/2002 - 05/01/2002 / 05/01/2002 - 06/01/2002 / 06/01/2002 - 07/01/2002 / 07/01/2002 - 08/01/2002 / 08/01/2002 - 09/01/2002 / 09/01/2002 - 10/01/2002 / 10/01/2002 - 11/01/2002 / 11/01/2002 - 12/01/2002 / 12/01/2002 - 01/01/2003 / 01/01/2003 - 02/01/2003 / 02/01/2003 - 03/01/2003 / 03/01/2003 - 04/01/2003 / 04/01/2003 - 05/01/2003 / 05/01/2003 - 06/01/2003 / 06/01/2003 - 07/01/2003 / 07/01/2003 - 08/01/2003 / 08/01/2003 - 09/01/2003 / 09/01/2003 - 10/01/2003 / 10/01/2003 - 11/01/2003 / 11/01/2003 - 12/01/2003 / 01/01/2004 - 02/01/2004 / 02/01/2004 - 03/01/2004 / 03/01/2004 - 04/01/2004 / 04/01/2004 - 05/01/2004 / 05/01/2004 - 06/01/2004 / 06/01/2004 - 07/01/2004 / 07/01/2004 - 08/01/2004 / 08/01/2004 - 09/01/2004 / 09/01/2004 - 10/01/2004 / 10/01/2004 - 11/01/2004 / 11/01/2004 - 12/01/2004 / 12/01/2004 - 01/01/2005 / 01/01/2005 - 02/01/2005 / 03/01/2005 - 04/01/2005 / 04/01/2005 - 05/01/2005 / 05/01/2005 - 06/01/2005 / 06/01/2005 - 07/01/2005 / 07/01/2005 - 08/01/2005 / 08/01/2005 - 09/01/2005 / 11/01/2005 - 12/01/2005 / 01/01/2006 - 02/01/2006 / 02/01/2006 - 03/01/2006 / 03/01/2006 - 04/01/2006 / 04/01/2006 - 05/01/2006 / 05/01/2006 - 06/01/2006 / 08/01/2006 - 09/01/2006 / 09/01/2006 - 10/01/2006 / 10/01/2006 - 11/01/2006 /


Powered by Blogger